Terça-feira, 21 de maio de 2019
PESQUISAR NO SITE
11/03/2019 | 06:44 | Notícias | Judiciário

Promotor de acusação no Júri do menino Bernardo, diz que é preciso dar uma resposta da sociedade

O Promotor de Justiça Bruno Bonamente, responsável pela acusação dos réus no júri do menino Bernardo Uglione Boldrini, espera que os trabalhos transcorram dentro da normalidade e ao final consiga convencer os jurados da responsabilidade dos acusados no crime. Bonamente, frisa que é preciso dar uma resposta à comunidade que está enlutada desde o bárbaro crime ocorrido no dia 4 de abril de 2014.

Na época Bernardo tinha 11 anos de idade e foi encontrado 10 dias depois, em uma cova vertical, à beira de um riacho em Frederico Westphalen. Os réus são: O pai de Bernardo, Leandro Boldrini, a madrasta, Graciele Ugulini, e os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz respondem pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsificação ideológica.

O julgamento será presidido pela Juíza de Direito Sucilene Engler, titular da Vara Judicial da Comarca de Três Passos, no Salão do Júri. Na acusação, atuará o Promotor de Justiça Bruno Bonamente. E nas defesas, atuarão os Advogados Ezequiel Vetoretti (Leandro), Vanderlei Pompeo de Mattos (Graciele), Jean de Menezes Severo (Edelvânia) e Hélio Francisco Sauer (Evandro).

Foto: Everton Kist

Fonte: No Ar Notícias