Sábado, 20 de abril de 2024
Logomarca NO AR Notícias
Economia

Gasolina, diesel e gás de cozinha mais caros com retorno de impostos adotado pelo governo Lula

02/02/2024 10:42
Gasolina, diesel e gás de cozinha mais caros com retorno de impostos adotado pelo governo Lula

A decisão do Governo Lula, em retomar a cobrança de impostos sobre combustíveis, refletiu em aumento para os consumidores a partir desta quinta-feira, dia 1º de fevereiro. Em junho de 2022, o ex-presidente Bolsonaro, havia zerado o imposto sobre combustíveis e gás de cozinha.

A retomada dos impostos adotada pelo governo Lula, refletiu em aumento para quem cozinha e aos motoristas que precisarem abastecer os carros e veículos que usam diesel.

O Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo cobrado pelos estados, subiu para a gasolina, diesel e gás de cozinha. Na maior parte dos casos, os estados elevaram as alíquotas gerais de 18% para 20%. Esse foi um efeito cascata, provocado pelo governo Federal.

Ao considerar o preço médio calculado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina subiu em média para R$ 5,71. No caso do diesel, o valor médio do litro aumentou para R$ 5,95 (diesel normal) e mais de R$ 6 para o diesel S-10, que tem menor teor de chumbo.

No caso do gás de cozinha, o preço médio do botijão de 13 quilos subiria, em média, de R$ 100,98 para R$ 103,60.

 

Fonte: No Ar Notícias